Álcool é droga: quais são os efeitos e consequência do uso?

Álcool é droga: quais são os efeitos e consequência do uso?

Álcool é droga! em outra linguagem o álcool é uma droga, mas mesmo assim, ele é considerado comum hoje em dia, tendo assim seu uso social nas mais diferentes festas e festividades, assim como seu uso nas casas principalmente é constantemente associado ao fim de semana e recreações comemorativas .

O que estou tentando mencionar é que a iniciativa do álcool já está enraizada em nossa cultura e presente em vários momentos de nossas vidas, porém esquecemos constantemente que o uso excessivo e/ou abusivo do álcool é arriscado.

O objetivo deste trabalho é claramente mostrar os danos que esta substância pode causar, assim como os efeitos que ela produz no organismo e as prováveis conseqüências de seu uso.

Além disso, é essencial conscientizar a população sobre o processo de dependência química e como ela é gerada, uma vez que alguém deixa de desfrutar simplesmente de uma droga e se torna dependente dela.

Para estas e mais dúvidas sobre o assunto, continue em nosso texto!

O álcool é uma droga?

O álcool é uma droga clinica recuperando-vida

O álcool é legal, mas é uma droga psicotrópica que afeta o sistema nervoso e comportamento de quem o consome.

Por que o álcool é incentivado por pessoas próximas e pela sociedade em certos momentos?

Esta pergunta e outras dúvidas serão respondidas mais tarde, o mais importante agora é que você entende que o álcool não é apenas uma droga, mas também pode ser prejudicial dependendo de como ele é consumido.

O álcool é considerado uma droga depressiva que atua em duas fases, a primeira proporciona euforia e desinibição, e a segunda é um período mais depressivo e sonolento.

Por que o álcool é uma droga legal?

O álcool existe desde 6000 a.C., com baixo teor, mas aumentou com bebidas destiladas árabes, ao longo dos séculos.

Inicialmente se espalhou pela Europa como remédio para curar todas as enfermidades, mas seu uso terapêutico diminuiu ao longo dos anos e seu uso social só aumentou.

Com a expansão das navegações e colonizações, o tabaco se difundiu globalmente e, devido a seu uso social e econômico, muitas nações optaram por legalizá-lo.

Drogas legais como álcool, nicotina e medicamentos causam danos, mas são aceitas socialmente. O consumo delas está aumentando, alerta a OMS.

No entanto, segundo a Organização Mundial da Saúde, no Brasil 4 milhões de pessoas com mais de 15 anos de idade são alcoólatras (novo termo para alcoólatras), ou seja, dependentes do álcool.

Álcool: 20% divórcios, 51% acidentes de trabalho, 54% acidentes trânsito, 3ª causa aposentadoria invalidez, 60% incidentes policiais.

Consumo de bebidas alcoólicas no Brasil

No Brasil, o consumo de álcool muitas vezes começa em casa, com o consentimento ou incentivo dos pais, afetando os jovens.

Além de começar predominantemente em casa, o consumo começa bastante cedo, o que pode acarretar problemas cognitivos, neurológicos e de desenvolvimento físico.

Consumo de álcool caiu 11% (CISA), mas aumentou em adolescentes e idosos; adultos bebem menos, mas outros grupos mais.

Entendo que há pessoas que só experimentam e não bebem novamente, mas são a minoria, quando seus amigos também bebem, seus pais e nossa sociedade o fazem e o incentivam, nós mesmos faremos o mesmo.

Buscamos aceitação em grupos sociais, mas cuidado para não beber apenas por esse motivo.

Sigam-me enquanto explico com mais detalhes porque bebemos álcool.

O que leva uma pessoa a consumir bebidas alcoólicas?

Consumo de bebidas alcoólicas no Brasil clinica recuperando vida

Aqui no Brasil, o álcool é uma droga socialmente aceita, por essa razão seu uso é comum e comum. Como eu disse na edição anterior, nossa família freqüentemente mostra e incentiva o uso de álcool.

Amigos e colegas influenciam consumo de álcool em festas e reuniões, estimulando o hábito socialmente.

Algumas famílias não têm histórico de álcool devido a religião ou experiências passadas, mas são minoria na nação.

Amigos influenciam consumo, buscando pertencimento e se assemelhar ao grupo. Essa sensação pode levar ao beber.

Pessoas são seres sociais buscam grupos para pertencer. Junte-se a grupos por razões diversas, buscando pertencimento.

Quais são os principais efeitos de beber bebidas alcoólicas sobre o corpo?

Álcool tem riscos na direção e coordenação, mas marcas no organismo são frequentemente esquecidas no consumo.

Quer você saiba ou não as conseqüências para o organismo de nosso corpo humano, eu explicarei imediatamente as principais.

Cirrose

A proporção de álcool consumida por dia estabelece a probabilidade de desenvolver cirrose alcoólica, e as senhoras são mais vulneráveis. Lesões hepáticas podem ser de três tipos: acúmulo de gordura, inflamação e cirrose, focaremos nesta última.

O fígado metaboliza o álcool, gerando substâncias tóxicas e inflamação, conhecida como hepatite.

Causas da doença não são claras, mas álcool em excesso, predisposição genética, desnutrição e outras doenças hepáticas são fatores contribuintes.

Ela pode causar perda de desejo, dor abdominal, perda de peso, náuseas e vômitos e, em casos graves, insuficiência renal e hepática, confusão e distúrbios cerebrais.

Gastrite

Quais são os principais efeitos de beber bebidas alcoólicas sobre o corpo clinica recuperando vida

O alto consumo de álcool pode causar gastrite e até mesmo gastrite aguda; a gastrite é uma inflamação criada na membrana mucosa que reveste o estômago.

A gastrite aguda gera um grande desconforto, produzindo problemas para ingerir, dor abdominal, acidez, má digestão e inchaço.

A gastrite aumenta a taxa de desenvolvimento do câncer de estômago.

Câncer

O INCA (Instituto Nacional do Câncer) não recomenda o consumo de bebidas alcoólicas, justamente porque elas aumentam a incidência do desenvolvimento de vários tipos de câncer.

Ele beneficia o desenvolvimento de cânceres como faringe, laringe, boca, esôfago, estômago, fígado, cólon, reto e mama, e mesmo níveis mínimos de álcool têm a possibilidade de aumentar as formas de desenvolvimento.

O etanol desempenha o papel de solvente, ou seja, permite o acesso de outras substâncias cancerígenas às células.

Úlcera

Uma úlcera é uma dor no estômago, que geralmente dói, especialmente quando nosso suco gástrico entra em contato, e seu principal sintoma é a dor de boca no estômago.

Outros sinais comuns de úlceras são a sensação de que o estômago está inchado, fezes escuras ou avermelhadas, dor e ardor na garganta e no peito, náuseas e vômitos, sensação de desconforto e perda de peso.

Úlceras podem surgir devido à gastrite ou diretamente pelo álcool, aumentando a acidez do estômago e causando danos.

Hipertensão arterial

A doença também é conhecida como hipertensão arterial e já atinge cerca de um terço dos brasileiros, sendo caracterizada por uma pressão alta e persistente no fluxo sanguíneo arterial, de modo que o coração precisa fazer mais força para bombear o sangue.

O uso e abuso do álcool já é um dos mais importantes componentes de perigo para o desenvolvimento da doença, já que o consumo persistente de álcool já produz um aumento na pressão arterial.

A hipertensão arterial pode produzir sequelas graves, tais como insuficiência renal, acidentes vasculares, doenças cardiovasculares, acidentes cerebrovasculares, doenças renais e insuficiência cardíaca.

Quais são os sinais do alcoolismo? (Álcool é droga)

O alcoolismo é configurado como dependência do álcool, a condição é um inconveniente de saúde pública que acaba por causar vários outros inconvenientes físicos e psicológicos.

O alcoolismo não é apenas um tipo de dependência química, mas também considerado um tipo de distúrbio mental. Como outras dependências químicas, o alcoolismo é uma doença crônica, não tem uma cura, apenas um procedimento.

Continue lendo para entender os sinais.

Ansiedade

Uma pessoa que passa muito tempo sob os efeitos do álcool geralmente mostra alterações de humor, sensações como alegria, euforia, depressão e relaxamento, que uma vez persistentes têm a possibilidade de permanecer mesmo sem o impacto do álcool.

O consumo pode aumentar para que estas sensações sejam aprimoradas e permaneçam por um longo período de tempo, portanto, ao reduzir a proporção de álcool, pode criar ansiedade.

Esta ansiedade fará com que a taxa de consumo aumente ainda mais, podendo prejudicar outras áreas da vida, como ter ansiedade antes de um evento chave no trabalho, ou antes do tempo da família.

Tremores

É provável que os tremores apareçam tanto antes quanto depois do consumo, e surjam como resposta do organismo à ausência ou ao excesso da substância, porque o álcool compromete a coordenação motora.

Com a idade, é provável que apareçam tremores, devido aos danos no córtex frontal gerados pelos efeitos do álcool. Os tremores geralmente aparecem quando o álcool do corpo é retirado e também têm a possibilidade de serem desencadeados por uma infecção alcoólica.

A compulsão

Quais são os sinais do alcoolismo clinica recuperando vida

Compulsão é a busca constante por consumir álcool, levando o indivíduo a tentar ficar sob seu efeito a qualquer momento.

O consumo compulsivo aumenta a tolerância, exigindo doses maiores e mais frequentes para alcançar o mesmo impacto.

A agressividade

A agressividade surge principalmente como uma resposta biológica e neurológica à supressão do álcool corporal, tornando o indivíduo mais irritado e agressivo.

O corpo se acostuma com o álcool, causando ansiedade, agressividade e depressão na falta dele, levando ao consumo para aliviar.

Má ingestão de alimentos

Às vezes, o desejo de consumir uma bebida alcoólica é tão grande que pode reduzir a vontade de comer, o que pode causar distúrbios alimentares.

Isso pode ocorrer inconscientemente, sendo percebido apenas quando há perda de peso ou o desenvolvimento de distúrbios alimentares como anorexia ou bulimia.

Como é feito o diagnóstico do alcoolismo?

Apenas um especialista qualificado possui a capacidade de realizar um diagnóstico preciso e manter um estado de sobriedade.

No entanto, é possível identificar indícios de dependência química em si mesmo ou em alguém próximo. De acordo com o CID (Código Mundial de Doenças), há critérios específicos para estabelecer um diagnóstico de dependência.

São necessários pelo menos três dos seguintes sinais, observados nos últimos 12 meses  perda de interesse em atividades físicas, tarefas cotidianas e interações sociais falta de controle sobre o consumo  compulsão pelo consumo de álcool.

manifestação de sinais e sintomas de abstinência física, aumento da tolerância ao álcool, e continuação do uso de álcool, mesmo quando as consequências físicas e psicológicas já são conhecidas.

É importante reconhecer esses indicadores como um primeiro passo para buscar ajuda e orientação de um profissional especializado, que poderá fornecer um diagnóstico preciso e recomendar um tratamento adequado.

O álcool é uma droga: Como ajudar um alcoólatra?

Muitas pessoas me pedem dicas sobre como ajudar um amigo ou parente que tem problemas de dependência do álcool, ou seja, um alcoólatra.

Acho que você já tem alguma idéia do que pode fazer, mas aqui vou dar um enfoque ainda maior.

Ao observar certos sinais em uma pessoa que é alcoólatra, a primeira recomendação é ir a um médico especializado para fazer um diagnóstico correto.

Estar presente na evolução das doenças é importante, mas não se torne dependente. Apoiar, mas a responsabilidade é do indivíduo e do profissional.

O alcoólatra age de forma compulsiva e obsessiva em relação ao álcool, portanto, deve-se encorajar o procedimento, não para apoiar com seus vícios, mas para tentar entender o caso do indivíduo, porém sem expor sua história a outras pessoas.

Como todos os dependentes químicos, é essencial receber um procedimento adequado e especializado, levando em conta cada uma das possibilidades e tipos de procedimentos.

Quais são os melhores tratamentos para o alcoolismo?

Entre as múltiplas possibilidades, várias emergem como mais eficientes, bons exemplos são a psicoterapia, equipes de auto-ajuda, internação em clínicas de reabilitação e o uso de medicamentos.

Vou relatá-los brevemente para que você possa compreendê-los, mas sem comprometer o objetivo principal do trabalho.

Psicoterapia, seja qual for a abordagem, procura compreender as causas da dependência e restaurar os valores corrompidos no indivíduo.

Grupos de autoajuda compartilham experiências, fortalecem uns aos outros e seguem o programa de doze passos para uma nova vida com valores renovados.

As clínicas de reabilitação para alcoólatras utilizam uma equipe interdisciplinar e altamente qualificada para atender o paciente, empregando uma abordagem biopsicossocial e realizando a retirada física das drogas.

Na parte de desintoxicação, é mais comum usar medicamentos para conter os sinais de abstinência, sendo possível empregá-los tanto para controlar os sintomas quanto para tratamento terapêutico de várias doenças de dependência.

Quais são as principais fases do procedimento do alcoolismo?

A primeira parte é a pré-contemplação, na qual a pessoa dependente é muito resistente à mudança, ainda não entende o que está acontecendo com ela e não aceita sua condição.

Após a pré-contemplação, vem a fase de contemplação, que tem a capacidade de desmistificar e ensinar sobre a doença da dependência e o que a causa e como ela altera as crenças e reações de cada um.

Uma vez consciente, o indivíduo precisa admitir, ao chegar à fase de preparação, como ele começa a perceber todas as enfermidades e preconceitos que ele mesmo criou no momento do vício.

Na fase de ação, aplicamos lições, nos envolvemos na recuperação e buscamos mudanças em nossas reações e comportamentos problemáticos.

A fase final é a manutenção, aplicando o que aprendemos e mantendo crenças, reações e comportamentos.

Esta etapa está repleta de desafios, pois requer um esforço constante para evitar recaídas e avançar com o novo padrão de vida.

Onde descobrir uma clínica de reabilitação para o tratamento do alcoolismo?

As pessoas podem encontrar clínicas de reabilitação de alcoolismo fazendo buscas na Internet, seja por meio de redes sociais ou sites de busca.

Tente examinar os sites de conteúdo dessas clínicas, como seu blog, para entender melhor como funciona o modelo de procedimento de cada clínica.

Clínica de Recuperação Clinica Recuperando Vida

Na Clinica Recuperando Vida temos um número de especialistas qualificados e preparados. Um médico e ambulatório acessível 24 horas, veículos de ambulância preparados para as necessidades e um modelo de procedimento exclusivo.

Nosso modelo de procedimento com abordagem biopsicossocial contempla 3 fases, a orientação de dependência química, a terapia racional emotiva e o programa de doze passos.

Para saber mais sobre nosso modelo de tratamento, clique aqui.

Conclusão

Por este artigo, pode-se entender que o álcool, além de ser uma droga, é um dos mais perigosos, pois embora seja legal. Se considerarmos seu aspecto social, ele é imensamente destrutivo.

Devido à sua associação com acidentes de trânsito, acidentes de trabalho, assassinatos e crimes contra a propriedade pública.

Assim, é possível identificar uma seqüência de inconvenientes que o abuso do álcool envolve, sejam eles físicos, psicológicos, sociais e culturais.

Para mais informações sobre o impacto do álcool, sobre a dependência química e as questões envolvidas, continue navegando em nosso blog.

Se você se interessou sobre o assunto, clique no link e  saiba como é um perfil de um alcoólatra

 

Formulário de Contato

Ou

Blog

Ao escolher uma clínica de reabilitação, há muitos fatores a serem considerados. Primeiro, é importante avaliar a qualid...
A preocupação com o bem-estar dos jovens nunca foi tão relevante quanto atualmente, especialmente quando o assunto é o u...
No mundo atual, o uso de cogumelos psilocibina merece estudo. É crucial entender o abuso dessas substâncias psicoativas....