Drogas lícitas e ilícitas

Drogas lícitas e ilícitas e suas consequências na vida do usuário: é viável que você tenha ouvido falar de drogas e seus efeitos, mas você também deve compreender a disponibilidade dessas drogas.

Antes de tudo, o que você deve entender é que o conceito lícito está ligado à legalidade e validade de algo, ou seja, se for autorizado por lei, e o conceito ilícito está ligado a algo ilegal, portanto, oposto à lei.

É essencial ressaltar que tanto as drogas lícitas quanto as ilícitas têm o potencial de causar danos ao nosso organismo.

Entretanto, certas drogas, tais como medicamentos, permanecem controladas em relação à sua dosagem e têm um folheto para alertar sobre seus efeitos e como elas têm a possibilidade de uso.

Outras drogas lícitas contam com a sua discrição para saber como aproveitá-las, mesmo que você seja mais velho.

Cada uma delas tem o potencial de ser viciante e criar dependência. Neste artigo eu o advertirei sobre as precauções a serem tomadas em relação aos diferentes tipos de Drogas lícitas e ilícitas e suas classificações.

O que são drogas?

O que são drogas clinica recuperando Vida
Cada uma das substâncias que geram alterações no desempenho “padrão” do organismo, de forma fisiológica, comportamental ou psicológica, é considerada drogas.

As drogas podem ser classificadas como naturais, semi-sintéticas e sintéticas. Drogas naturais são aquelas que em seu estado puro, encontradas na natureza, já têm a possibilidade de gerar efeitos adversos no organismo.

As drogas semi-sintéticas são aquelas que sofrem qualquer tipo de modificação ou processo laboratorial, e as drogas sintéticas são aquelas que são totalmente sintetizadas e geradas em um ambiente laboratorial controlado.

O que são drogas psicotrópicas?

Drogas psicotrópicas são qualquer tipo de substância capaz de produzir alterações no sistema nervoso central, causando mudanças na mente, no humor e no comportamento do paciente.

Essas substâncias têm um alto poder viciante porque funcionam em um mecanismo cerebral chamado sistema de recompensa cerebral, que causa sensações agradáveis, estimulando assim o desejo do paciente de consumir novamente.

Por esta razão, estas substâncias são classificadas em 3 grupos: depressivos, estimulantes e alucinógenos.

O que são drogas estimulantes?

O que são drogas estimulantes clinica recuperando Vida
Como seu nome sugere, estas drogas estimulam o manejo do cérebro, aumentando as ocupações cognitivas e motoras, principalmente acompanhadas de uma sensação de euforia.

As drogas estimulantes geralmente causam efeitos como o pensamento acelerado, aumento do estado de alerta, aumento da libido e experiências sensoriais, e aumento da atividade cardiovascular.

Além disso, pode ocorrer um estado de hiper-concentração, entretanto, o paciente geralmente perde a idéia da realidade ao seu redor, e essas drogas têm o potencial de causar descontrole emocional e confusão da mente.

O que são drogas depressivas para o sistema nervoso central?

As drogas depressivas funcionam de forma oposta às drogas estimulantes, reduzindo a ação cognitiva do sistema nervoso central, reduzindo assim a concentração e a função de atenção, bem como as ocupações motoras.

Os estímulos sensoriais como dor, paladar, visão, audição tornam-se menos responsivos, os movimentos tornam-se descoordenados, é comum ter uma sensação de relaxamento seguida de sonolência e desaceleração.

O que são drogas lícitas e ilícitas?

O que são drogas lícitas e ilícitas clinica recuperando Vid
As drogas lícitas são aquelas que você conhece e possivelmente já consumiu.

Por exemplo, o álcool e o cigarro são amplamente conhecidos como drogas lícitas.

Entretanto, além delas, as drogas lícitas são consideradas como cada uma das substâncias que contêm nicotina, álcool, cafeína e os medicamentos que são aplicados, com ou sem prescrição médica.

Drogas ilícitas são aquelas que não são permitidas por lei, portanto sua comercialização, posse ou produção não é permitida no território.

Nesta categoria estão as substâncias comumente associadas quando se fala de drogas, tais como maconha, cocaína, LSD, mosto, crack, heroína e muitas outras.

Além de serem permitidas por lei, as drogas legais são aceitas pela sociedade, enquanto as drogas ilícitas tendem principalmente a ser rejeitadas.

A lista de drogas lícitas e ilícitas pode ser perturbadora para o território, pois elas têm a possibilidade de ter uma perspectiva diferente sobre as substâncias.

Os lucros, ou seja, o dinheiro criado relacionado às Drogas lícitas e ilícitas, também têm destinos diferentes.

Enquanto isso, as drogas lícitas mantêm a economia da nação funcionando sem problemas e contribuem para a economia do governo através da tributação.

As drogas ilícitas só contribuem para o mundo do crime, já que os traficantes de grande escala também estão freqüentemente envolvidos em outros tipos de crime.

Quais são as Drogas lícitas e ilícitas mais comumente consumidas?

Antes de analisar quais são as drogas mais consumidas e seus dados, é essencial ressaltar que as drogas são classificadas de várias maneiras.
Quais são as drogas lícitas e ilícitas mais comumente consumidas clinica recuperando Vida
De acordo com sua origem, elas podem ser naturais, sintéticas ou semi-sintéticas.

Elas também têm a possibilidade de serem classificadas de acordo com o impacto que têm sobre a mente.

De acordo com isto, eles têm a possibilidade de serem: depressivos (quando causam uma diminuição da atividade da mente e um relaxamento geral e sonolência); estimulantes (quando causam um aumento da atividade cerebral e do ritmo do corpo, excitação e euforia são usuais neste tipo).

E finalmente alucinógenos (que causam delírios e alucinações e alteram a percepção do cliente como o principal impacto).

Em seguida citarei todas as drogas mais consumidas de acordo com sua categorização e a razão viável pela qual são tão amplamente utilizadas, uma vez conhecidos seus efeitos negativos.

De acordo com a OMS (OMS), o álcool é responsável por 3 milhões de mortes por ano.

Drogas lícitas

Das drogas legais, a mais consumida é o álcool, que, a propósito, é a droga mais consumida internacionalmente.

No Brasil, cerca de 21,4% da população com mais de 15 anos de idade nunca consumiu álcool, e no mundo, 43% da população é considerada como tendo o hábito de beber.

Isto significa que um total de 3,35 bilhões de pacientes têm este hábito.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o álcool é responsável por 3 milhões de mortes por ano.

Isto representa uma média de 5,3% de cada uma das mortes no planeta, além de ser a causa de bem mais de 200 tipos de patologias e lesões.
Drogas lícitas clinica recuperando Vida
Outra droga legal que ainda é amplamente consumida são os cigarros de nicotina, mas as taxas de consumo vêm diminuindo com o tempo.

Desde 1989, quando foi realizada a primeira pesquisa nacional, 34,8% da população fumava, e este número vem diminuindo ao longo dos anos.

Até a pesquisa nacional de saúde de 2019 observou que a taxa de consumo de fumantes é agora de 12,6%.

Internacionalmente, a Organização Mundial da Saúde relata que o fumo é referido à morte de bem mais de 8 milhões de pacientes, dos quais 7 milhões são devidos ao consumo direto e os outros ao consumo passivo.

O uso de drogas indiscriminadamente, ou seja, sem a recomendação médica adequada e tomado por conta própria, também é muito prejudicial.

O Brasil está entre os 10 territórios com maior consumo de medicamentos do planeta e temos uma farmácia para cada 3.300 habitantes, o que é um número muito alto.

Em uma pesquisa, 76% dos entrevistados concordaram em ter se auto-medicado seguindo os conselhos de amigos, parentes e conhecidos.

De acordo com a Pesquisa Nacional por amostragem constante em casa, apenas 50% dos pacientes tomam os medicamentos corretos.

Entre os medicamentos mais utilizados durante a automedicação estão: analgésicos, antiinflamatórios, antiácidos, antibióticos, antipiréticos, relaxantes musculares e expectorantes.

No Brasil, 7,7% dos pacientes já consumiram maconha pelo menos uma vez em sua vida.

Drogas ilícitas

As drogas ilícitas, como mencionado acima, são aquelas que não podem ser comercializadas ou criadas.

A Fundação Oswaldo Cruz realizou a 3ª pesquisa nacional sobre o uso de drogas pela população brasileira, que nos forneceu dados sobre várias drogas ilícitas.
drogas ilicitas clinica recuperando Vida
Este levantamento foi baseado em uma pesquisa dirigida a pessoas entre 12 e 65 anos de idade em cada uma das regiões brasileiras.

Segundo a pesquisa, cerca de 3,2% consumiram drogas ilícitas no último ano, o que implica 4,9 milhões de brasileiros.

As prováveis seqüelas dessas drogas uma vez consumidas são: alterações das funcionalidades cerebrais, alterações das funcionalidades motoras, acidente vascular cerebral, necrose cerebral, arritmia, insuficiência renal, euforia, aumento das modalidades de desenvolvimento de câncer, convulsões e outras indicações.
Se fizéssemos uma lista das drogas ilícitas mais comumente usadas, poderia ser assim:

  • Maconha
  • Cocaína
  • Crack e derivados da cocaína
  • Solventes (sprays de fragrância e outros)
  • LSD
  • Ecstasy
  • Drogas injetáveis
  • Ketamina
  • Heroína
  • Chá de ayahuasca

A Maconha é a droga ilícita mais consumida no Brasil e no mundo. No Brasil, 7,7% dos pacientes já consumiram maconha pelo menos uma vez em sua vida.

É seguida pela cocaína, com uma taxa de 3,1%, e 1,4 milhões de pacientes relataram ter consumido crack, o que corresponde a 0,9%.

De acordo com o Relatório Mundial sobre Drogas 2020, a maconha tem 192 milhões de usuários internacionalmente.

Drogas opióides 58 milhões, anfetaminas e estimulantes 27 milhões, ecstasy 21 milhões, cocaína 19 milhões, sendo as drogas mais consumidas no planeta.

Como é a entrada de drogas lícitas e ilícitas no Brasil?

No Brasil, para consumir drogas legais de forma legal, basta ser maior de idade, mas é fato que a introdução dessas Drogas lícitas e ilícitas acontece antes.

A principal situação é a das bebidas alcoólicas, que são freqüentemente introduzidas no próprio grupo familiar, bem como através da predominância de amigos.
Como é a entrada de drogas lícitas e ilícitas no Brasil clinica recuperando Vida
Além disso, há o problema de vários estabelecimentos não pedirem prova de idade por meio do arquivo de identidade, eles são apenas guiados pela aparência e facilitam a compra de menores.

Assim como os amigos mais velhos compram para os mais adolescentes.

Os cigarros não ganharam muito interesse, ao contrário, a perspectiva atual para eles não é boa.

A taxa de impostos é alta, o que inviabiliza a compra freqüente para a maioria das pessoas. Além das constantes advertências de que esta droga é ruim para você.

Por mais que geralmente não seja impedido de entrar, ele simplesmente não é encorajado e dado a conhecer que não é bom para você, no entanto, se alguém o quiser, encontrará e o comprará.

Os medicamentos estão prontamente disponíveis, muito simplesmente, se você não se importa que eu o dite.

Em cada esquina possuímos farmácias e há vários medicamentos que têm a capacidade de conseguir sem receita médica, que são viciantes e mal aplicados.

Além disso, há pacientes que conseguem forjar receitas e conseguir medicamentos com receita médica.

A entrada de drogas ilícitas é subjetivamente simples, dependendo de para onde o paciente vai e de que droga estamos falando.

Se tomarmos a maconha como exemplo, que é a mais consumida, há pessoas que a vendem em escolas, universidades, eventos e até mesmo no trabalho, e seu preço geralmente não é tão alto.

A cocaína é uma droga que atualmente é consumida por algumas classes sociais, mas seu maior uso é por aqueles com maior poder aquisitivo, já que têm a possibilidade de comprá-la mais facilmente e sem a necessidade de intermediários.

O crack está mais facilmente disponível nas sociedades e na bem sucedida “bocas de fumo”, é uma droga barata, porém radicalmente viciante e com um potencial destrutivo monumental.

LSD ou ácido lisérgico é geralmente vendido e distribuído em festas, haves e eventos onde a maioria do público é jovem, assim como o ecstasy.

Drogas lícitas e ilícitas e suas conseqüências: quais são as principais?

Além da probabilidade de produzir dependência, que em si mesma é uma patologia que interessa as comorbidades, cada substância tem seus efeitos particulares sobre nosso organismo.

Com a distinção dos cigarros com nicotina e certos medicamentos, a maioria das drogas altera o desempenho do cérebro, gerando efeitos adversos e alterando o grau de consciência.

Os vários tipos de medicamentos têm efeitos diferentes, como previsto nas normas, e para melhor compreender todos eles, eles devem ser investigados individualmente.

O cigarro com nicotina danifica o sistema cardiorrespiratório, aumenta a probabilidade de desenvolver cânceres, tais como: leucemia, câncer renal, câncer de cólon e reto, câncer de pulmão, traquéia e brônquios, câncer de fígado, câncer pancreático, câncer de bexiga, câncer de esôfago.

Além de outras patologias respiratórias e do sistema sanguíneo, pode causar impotência sexual nos homens, problemas do sistema digestivo, problemas de perspectiva como cataratas, a probabilidade de causar aneurismas e acidentes cerebrovasculares, entre outros.
Drogas lícitas e ilícitas e suas conseqüências: quais são as principais clinica recuperando Vida
O álcool, ao mesmo tempo, pode desencadear problemas sérios como alcoolismo, câncer de mama, boca, faringe, laringe, esôfago, cólon e reto, fígado e estômago.

Além de problemas digestivos, pancreatite, impotência, infertilidade, anorexia, hepatite, patologias cardiovasculares, gastrite, também contribui para o desenvolvimento de distúrbios mentais e comprometimento cognitivo.

Tais como demência, perda ou redução da coordenação motora, transtornos ansiosos e depressivos.

Maconha

A maconha é uma droga alucinógena e, conseqüentemente, altera as funcionalidades cognitivas na medida de seu uso, de modo que seu impacto sobre a mente é profundo e pode causar sérias seqüelas.
maconha clinica recuperando vida
Seu uso prolongado ou abusivo pode causar: perda de memória, contribuir para o desenvolvimento de comportamentos violentos após seu uso, pois é uma fumaça que pode desencadear problemas cardiorrespiratórios.

Tem o perigo de aumentar a probabilidade de desenvolver um distúrbio mental, como depressão, ansiedade e especialmente esquizofrenia, bem como outros distúrbios de humor, como o distúrbio bipolar.

Além disso, pode causar crises alucinatórias no consumidor, comprometer a atividade motora, alterações hormonais e, inversamente ao que muitos consideram, pode levar à dependência.

Cocaína

A cocaína é uma droga estimulante e, ao aumentar o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea, pode causar problemas cardíacos a longo prazo.

Além de um crescimento em formas de desenvolver distúrbios psicóticos, delírios, inconvenientes dentários e orais, desnutrição ou desidratação por perda de fome e longos períodos sem consumir nada.

A função de compreensão e estudo é comprometida, assim como a memória, graças à morte dos neurônios causada pelo uso recorrente.

Ela pode ser acompanhada por alterações gastrointestinais devido ao uso profundo, assim como comprometer os rins e o fígado que são órgãos de filtração em nosso corpo humano.

Crack

O crack tem efeitos semelhantes aos da cocaína, pois é um derivado da mesma. A diferença é que seus efeitos são muito mais intensos e seus efeitos posteriores aparecem mais rapidamente e muitas vezes progridem mais rapidamente.

Os usuários têm a possibilidade de sofrer de intoxicação por metais porque muitos deles consomem crack utilizando latas ou cachimbos improvisado”.

Os usuários acabam inalando alumínio, cobre e ferro junto com a substância, causando problemas pulmonares.
crack clinica recuperando vida
Síndrome do pulmão do crack, que pode causar problemas ósseos e musculares, e problemas cardíacos como a cocaína.

Além do desenvolvimento de psicose, paranóia, alucinações e delírios, problemas neurológicos e cognitivos.

Outras drogas lícitas e ilícitas geram efeitos similares na saúde, afetando os sistemas neurológico e cognitivo, gastrointestinal, cardíaco e respiratório, aumentando o risco de desenvolvimento de distúrbios mentais.

O valor das clínicas de reabilitação no tratamento de dependente de drogas lícitas e ilícitas

A clínica de reabilitação é mais do que uma oferta de procedimentos, haverá uma desconstrução gradual do antigo estilo de vida que suportava o vício.

As clínicas de recuperação servem como um espaço para o dependente químico se livrar das influências e comportamentos trazidos pelo vício e começar a reconstruir seus conceitos, a fim de viver uma vida totalmente nova.

Nas clínicas, todos os esforços do paciente são concentrados em sua própria recuperação.

Ter supervisão constante de vários tipos de especialistas em saúde tais como: enfermeiros, médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, educadores físicos e vários outros.

Embora outros tratamentos sejam eficazes, a internação proporciona tudo o que o paciente necessita para se recuperar e com tempo para a pessoa refletir sobre o que ela fez e o que ela passou mais do que qualquer outra coisa.

Assim, a ajuda continua mesmo depois que o paciente tem alta.

A clínica de reabilitação é mais do que uma oferta processual, ela irá gradualmente desconstruir o antigo estilo de vida que suportava o vício.

E, passo a passo, surgirá um novo estilo de vida mais focado nas coisas que realmente importam, como a família.

Quais são os tratamentos para os dependente de drogas lícitas e ilícitas?

Os tratamentos para dependência química são diferentes, com certeza ao pesquisar você encontrará vários anúncios e ofertas de procedimentos, porém como você sabe quais tratamentos são confiáveis e quais não são?

Os tratamentos mais confiáveis são aqueles com suporte técnico e científico.

Alguns exemplos são a desintoxicação, psicoterapia, grupos de auto-ajuda, medicação e procedimento hospitalar.

A desintoxicação é um procedimento que procura remover a substância corporal do paciente por meio de uma redução gradual em sua gestão ou em sua integridade.

Este processo é acompanhado por uma equipe de médicos e outros especialistas em saúde que acompanham o processo de perto.

A psicoterapia é um procedimento focado na ajuda e resolução de problemas psicológicos.

A dependência química também danifica áreas de nossa mente e corpo, razão pela qual a psicoterapia vem para desconstruir as idéias do paciente sobre si mesmo e suas patologias.

As equipes de auto-ajuda procuram contribuir para o paciente através do compartilhamento de experiências de pacientes que passaram pela mesma situação ou por situações similares.

Além de tentar estruturar o paciente para uma vida totalmente nova, o programa de 12 passos é usado para ajudar o paciente a ser firme e preparado para os desafios.

O procedimento de internação é desenvolvido uma vez que o dependente é internado na clinica de reabilitação.

A clínica oferece vários tipos de tratamento, tais como psicoterapia, terapia em grupo, desintoxicação, internação em uma infra-estrutura preparada, alimentação adequada e balanceada e exercício e uma equipe multiprofissional de saúde.

Quais são as principais fases do tratamento?

O procedimento é normalmente separado em 5 fases: pré-contemplação, contemplação, preparação, ação e manutenção; estas fases marcam o comportamento do paciente em relação à sua própria recuperação.

A fase de pré-contemplação é quando o paciente ainda entende que não precisa modificar, resiste à iniciativa de que a dependência é uma patologia e que ele pode ser um dependente químico.

O paciente é marcado pela negação do problema; ele ou ela ainda não pode ver que precisa de ajuda.

Na fase de contemplação, o paciente começa a entender que o uso de Drogas lícitas e ilícitas é um inconveniente e que está trazendo males para sua história.
Quais são as principais fases do tratamento clinica recuperando Vida
Ele entende que precisa modificar, mas muitas vezes não age, ele começa a buscar ajuda.

A terceira etapa é a fase de preparação, aqui o paciente vê claramente todos os problemas que a droga está causando e começa a perceber o que ele deve modificar em seu comportamento.

Este é o instante em que ele já estará procurando um procedimento ou integrado em um, já que ele estará tentando encontrar a meditação e tentando encontrar uma vida sem drogas.

A etapa de ação é o momento de implementar tudo o que aprendeu com os tratamentos e começar a fazer mudanças em sua vida.

É um tempo de compromisso e dedicação, pondo em prática as ferramentas que você aprendeu a usar com seus tratamentos.

É o momento de experimentar os pontos de sua vida, aprofundar seu autoconhecimento e abordar os problemas que precisam ser resolvidos.

A última etapa é a fase de manutenção, que é o estado em que você tem que manter o estado de distância e não consumir drogas, é possivelmente o período mais desafiador.

Há programas que têm o potencial de ajudar neste trabalho, como o programa de prevenção de recaídas em clínicas de recuperação e equipes de auto-ajuda.

Como um dependente de drogas pode lidar com a retirada durante todo o tratamento?

Para lidar com a retirada durante todo o procedimento, você precisa ter a ajuda de especialistas em saúde que possam monitorar como seu corpo está fazendo e o que você precisa fazer para passar este tempo com paz.

Na internação é mais simples, porque você não terá o medicamento por perto para experimentá-lo e os especialistas em saúde estarão sempre monitorando sua evolução.
Assim como ver se são necessários medicamentos e outros tratamentos para aliviar os efeitos da retirada.

[su_heading size=”16″]Onde encontrar uma clínica de reabilitação para usuários de drogas lícitas e ilícitas[/su_heading]

A Clinica Recuperando Vida está localizada no estado de São Paulo, e têm sido referência por mais de 10 anos.

Dentre as clínicas, uma é especializada no tratamento de dependentes químicos e alcoólatras.

[su_heading size=”16″]Clique aqui para saber mais.[/su_heading]

Conclusão

Muitas pessoas não prestam a devida atenção às Drogas lícitas e ilícitas e que têm o potencial de causar inconvenientes ainda maiores do que os ilícitos.

De fato, cigarros e álcool continuam implicados em um número muito maior de mortes, além do número de acidentes associados a esta classe de drogas.

As Drogas lícitas e ilícitas são um problema social e uma enorme fonte de aumento de problemas mentais e psiquiátricos, tais como psicose, esquizofrenia, depressão e ansiedade.

As Drogas lícitas e ilícitas, merecem a devida atenção e, quer sejam aceitas pela sociedade ou não, o ideal é permanecer distante, pois seu potencial destrutivo físico, psicológico e social é agora conhecido.

Por esta razão, o valor de conhecer os vários tipos de procedimentos e sua necessidade é ainda maior.

Porque se um familiar seu tiver problemas com drogas, você saberá como resolvê-los e com quem contar.

🚑”A Clínica Recuperando Vida se tornou a maior referenia em Clínica de Recuperação para dependente Químicos e Alcoólatras Particular do Brasil 👍,desenvolvemos os melhores métodos de Reabilitação humanizado para melhor atender nossos pacientes e seus familiares.👍”

Últimas Notícias

Fale Conosco

Clique Aqui
1
Precisa de ajuda?
Olá 👋 bem vindo(a) ao Clinica Recuperando Vida , precisando de ajuda ?